Avançar para o conteúdo principal

Descobrindo Aldeias


Cabeça e Piódão

Há tanto para ver, há tanto para conhecer e visitar! As vezes ficamos presos aos destinos de eleição pela maioria e não nos damos conta de belezas menores, mas também fascinantes.
Tivemos alguns dias de férias (poucos) antes do Natal e resolvemos levar o nosso filho a Serra da Estrela. Decidimos que iríamos primeiro até Óbidos, visitar finalmente a Vila Natal...



... depois seguiríamos para o Fundão...



... onde ficaríamos hospedados apenas para ir a Serra...



... que alias o meu filho não achou muita graça, talvez ainda seja muito pequeno para brincar na neve ou talvez não vá ser um grande fã de desportos de Inverno :D
De toda forma, já tinha lido na internet que Cabeça era a Aldeia Natal da Serra da Estrela. Fiquei com vontade de conhecer, mas tive receio do caminho. Se já leram o meu post sobre Palma de Maiorca, devem saber que não gosto nada de caminhos com curvas e curvas e montanhas sem fim. Entretanto, o caminho para Cabeça não é nada aterrador, 
faz-se bem. Mesmo se as curvas fossem um tanto intimidantes, valeria a pena.






Não tínhamos nada programado, decidimos almoçar lá, porque o clima da aldeia era mesmo engraçado. Entretanto, só havia um restaurante! E o dito estava fechado, pois os turistas apareciam a tarde quando estava perto de acenderem as luzes (que infelizmente não ficamos para ver). Mas, nem tudo estava perdido! Encontramos uma espécie de tasca familiar que servia chouriças na brasa com pão, bifanas, sangria caseira e arroz doce de sobremesa (especialidade da casa!). Agradável surpresa! Gostamos tanto da chouriça, que resolvemos comprar em uma das lojinhas muito amorosas que aldeia apresentava. Tenho muita pena de não ter tirado uma foto do lugar onde comemos, era muito engraçado, parecia que tínhamos voltado no tempo. As pessoas eram muito simpáticas! Acho que estamos começando a esquecer das boas maneiras nas grandes cidades, ou simplesmente esquecendo de sorrir para um visitante ou de conversar com ele como se o conhecêssemos há anos! 

Loja de chouriças e queijos em Cabeça

Encantados com Cabeça, tivemos uma ideia de última hora: e se fôssemos conhecer o Piódão? Toda a gente que já foi, diz que é uma aldeia de pedra encantadora! Ok, vamos! Bem... o caminho de Cabeça até Piódão... não lembro bem o quanto demorou, mas foi um pouco cansativo. Já estávamos a pensar... "Pq viemos???" Mas, quando chegamos... Que lugar lindo!








Estava muito, muito, muito frio!!! Não demoramos muito, pois ainda tínhamos de voltar para o Fundão. A volta foi dolorosa :D só curvas e curvas, meu marido reclamava que já lhe doíam as pernas, pois ele ia conduzir.
Valeu muito a pena! O ambiente é totalmente outro, parece que estamos num set de filmagens. Adoramos e recomendamos! 
Até a próxima :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bérgamo e Leolandia

Existem muitos parques na Europa para levarmos os nossos filhos e eu adoro descobri-los. Na região do Lago Garda, no norte da Itália, a oferta é vasta! Depois de analisarmos todos eles, escolhemos a Leolandia!

Essa viagem aconteceu no Verão do ano passado e acho que essas férias foram as melhores de sempre! Daria para escrever muitos posts para vocês, pois cada dia era um mundo novo. Vou tentar fazer isso aos poucos...

Por hora, falemos de Bérgamo e da Leolandia!

Fizemos o voo Lisboa - Bérgamo (ryanair), mas poderíamos ter escolhido Lisboa - Milão, o passeio também correria bem assim, entretanto já conhecíamos Milão e os lagos, por isso optámos por Bérgamo.

A Itália é sempre a Itália, por isso... há sempre uma cidade bonita para ver, boa pizza para comer e bons gelados para engordar.

Em Bérgamo, ficámos num hotel simples que tinha um restaurante maravilhoso. Que saudades daqueles dois jantares!

No primeiro dia andámos de autocarro...



Almoçámos na cidade baixa, seguimos para a fantástica cida…

Algarve

As praias mais lindas de Portugal

O maior destino de férias dos portugueses no Verão é o Algarve! Saindo de Lisboa, pela autoestrada, lá chegamos em pouco mais de duas horas. Os ingleses são turistas assíduos por lá durante todo o ano.

Eu não sou daquelas que fazem férias de praia... não consigo perceber férias de oito dias ou de quinze dias na praia, torrando/tostando feito um bife na grelha. Também não sou adepta de praias super populares, lotadas de turistas... gosto de paisagens naturais preservadas, daquelas que colocamos o tripé e fazemos muitas fotos!

Pois, muito bem, esse post tem o intuito de apresentar boas alternativas no Algarve, e isso ultrapassa a Praia da Rocha, em Portimão ou a rua dos bares iluminados em Albufeira.

A região é rica porque preserva vestígios da ocupação árabe, mas também da romana, tornando assim a nossa visita muito gratificante em relação à arquitetura. As chaminés trabalhadas e os azulejos são marcas da ocupação árabe, tal como o nome de todas as regiões…

Menorca

Férias em Família

Nos próximos dias o meu filho fará dois anos, para aproveitarmos os privilégios de viajar com uma criança com menos de dois anos, antecipámos as férias de verão.
Depois de longa indecisão, optámos por Menorca, a vizinha de Maiorca (que visitámos no ano passado). O pacote mais uma vez incluía voo, hotel e transporte até ao alojamento escolhido. Muitas pessoas na internet aconselhavam a fugir dos pacotes, mas considerámos que fazer um voo direto com uma criança é sempre melhor e apenas os pacotes proporcionam voos diretos até Menorca. Também confesso não ter visto qualquer vantagem financeira na compra fora dos pacotes.

O voo é operado pela Iberia - Air Nostrum e dura apenas uma hora e quarenta minutos. O avião era tão pequenino que até fazia impressão! O carrinho foi connosco até a entrada e foi devolvido assim que saímos do avião, nem se quer foi para a recolha de bagagens. Então viajar com pacotes não é bom?

Chegámos a Maó, mas ficaríamos hospedados na outra ponta da Il…