Avançar para o conteúdo principal

Disneyland Paris



Conhecer a Disney com uma criança de 2 anos

Sem nenhum plano prévio comecei a pesquisar sobre a Disneyland Paris, descobri que as crianças pagam a partir dos três anos. O meu filho ainda tinha dois...
Pensei que seria uma boa oportunidade para conhecermos!
Então vamos pesquisar a sério!
Durante o mês de Dezembro os preços da entrada podem variar, depende de quando começa de verdade as comemorações de Natal no parque. Olha, que sorte a nossa... podíamos apanhar o feriado em Portugal, dia 8 de Dezembro, e ainda desfrutar de um preço mais barato na entrada do parque mesmo já com a decoração de Natal.

Não era altura de férias, fomos no sábado e retornamos na terça-feira, aproveitando o feriado que caía na segunda.
Optamos pela ryanair, que dispunha dos voos mais económicos na altura, apesar de termos noção da distância do aeroporto, cerca de 50 minutos de autocarro.
Não recomendo esse aeroporto, só utilizado pela ryanair (Beauvais), se a diferença monetária não for significativa, pois os tais 50 minutos de viagem até Paris ultrapassaram uma hora e meia por causa do trânsito, com a viagem de metro... chegamos as duas horas de caminho.
Quanto ao tratamento da ryanair... excelente! Mal saímos do avião, lá estava o carrinho do Filipe a nossa espera. Também tivemos privilégio no embarque por estarmos com uma criança.

Chegando em Paris... pela segunda vez...
Tínhamos conhecido a cidade quando éramos só um casal, dessa vez decidimos visitar o que não conseguimos da primeira vez e estar mais a vontade, apreciar tudo com mais calma.
Escolhemos um aparthotel, para termos a possibilidade de cozinhar para o nosso filho a noite, pois ele poderia não comer bem fora de casa durante o dia.
Altamente recomendo a cadeia Citadines, tínhamos tudo o que precisavámos. O bairro era uma maravilha, Marais, não conhecíamos, foi ótimo. A feira de Domingo era maravilhosa, produtos frescos... morangos tão doces... valeu a pena.
Chegando no sábado, estivemos a explorar o bairro (que meses depois ganhou notoriedade com o atentado ao jornal humorístico Charlie Hebdo). 
Só retornamos a noite ao hotel.


Place des Vosges

Charmoso jardim em Marais

Ruas estreitas e amorosas


Num instante chegámos a Notre Dame


Quando ainda estavam lá os cadeados 

Marais... impossível não se apaixonar




No Domingo, depois de termos ido à feira em Marais, seguimos até a Gare de Lyon para apanharmos um comboio e conhecer o palácio de Fontainebleau.
Grande sorte a nossa! Entrada gratuita no Domingo!! Ok, assim sinto-me mais feliz! Entradas gratuitas são como música para os nossos ouvidos.
Neste dia, o tempo estava meio feio... sempre cinzento... mas o palácio estava lindo na mesma! 
O meu filho, surpreendentemente para uma criança nesta idade, adora esse tipo de passeio, observa tudo calmamente, parece um crescido!


Palácio de Fontainebleau




De volta a Paris, apanhámos o metro e seguimos para a Champs-Elysées.
A decoração de Natal era belíssima! O Mercado de Natal era muito convidativo, atraía todos os gostos e havia um pouco de tudo.
Infelizmente estava a chover quando chegámos, depois melhorou um bocado, mas a chuva só cessou mesmo na terça-feira. 
Conhecer cidades nessa altura implica sempre poder contar com bom tempo. Já sabemos que no Inverno podemos apanhar chuva de certeza, então o melhor é ir preparado.
Não pensem em desistir de uma viagem por ser Inverno, a estação traz também as suas vantagens. As cidades estão lindas com as luzes de Natal; é mais agradável o passeio sem o calor; quando se vê neve é sempre mágico; muitos voos são mais baratos. 
Sobre a chuva e o frio... dicas para quem vai com criança:
1. Collants com fartura (podem fazer xixi em algum)
2. Uma capa de chuva leve para usar por cima do casaco da criança
3. Capa de chuva para o carrinho
4. Calças impermeáveis para usar na neve (mesmo que não haja neve, são úteis em dias de chuva)
5. Botas impermeáveis
6. Polares 
7. Luvas e gorros que cubram as orelhas
8. Creme para hidratar a pele sempre na mala

Dito isto... vamos apreciar algumas fotografias!



Há muitas coisas para crianças, carrosséis, comboios...

Esta é a capa para o carrinho




Vale a pena!

Trégua da chuva


É impossível não se apaixonar pela noite parisiense!

No dia seguinte, segunda-feira, era hora de mostrarmos a Disney ao nosso filho! O dia mais esperado!
Choveu! O tempo inteiro! Só cessou depois do almoço, foi chato em alguns momentos, porque tivemos de esperar que parasse algumas vezes. Quando começou a chover mais forte, encontrámos a atração "Os piratas das Caraíbas". Foi uma boa ideia, pois é uma atração coberta e depois fizemos o mesmo, escolhemos atrações abrigadas até que a chuva cessasse. Depois disso, passámos a apreciar melhor o parque.
Não vimos tudo. Acho que é impossível num único dia por causa das filas. Atenção: só fomos a Disneyland, não fomos ao outro parque (Walt Disney Studios). Com uma criança de dois ou três anos, o mais apropriado é apenas a Disneyland, pois o outro parque é preciso ser um pouco mais velho para aproveitar tudo.
Acredito também que a chuva nos tenha atrapalhado um pouco inicialmente, pois ficámos um tanto perdidos sem saber o que fazer. Só depois procurámos atrações abrigadas. 
O meu filho estava completamente maravilhado. Nem queria parar para almoçar. 
Aproveitou tudo do início ao fim e só adormeceu esgotado no fim do dia, quando demos um belo passeio de barco.
O parque está dividido em temas: Adventureland (zona dos piratas, que o meu filho adorou); Frontierland (onde se pode fazer o tal passeio de barco); Fantasyland (a parte mais bonita do parque para mim); e Discoveryland (onde o Filipe viu o Buzz :D).
Depois temos a Main Street que vai dar no lindo castelo icónico. 
Logo na chegada pode-se apanhar um comboio que dá a volta ao parque, fazendo paragens em todas as zonas temáticas. É uma boa ideia para descansar das filas!
Se vai com filhos é importante reservar no cofrinho algum dinheiro para compras, as crianças não vão resistir às lojas. São uma tentação.
Nessa altura do Inverno, o parque encerra mais cedo. Fique até o fim e não perca o espetáculo de encerramento, encanta miúdos e graúdos.
Antes das fotos, só mais uma coisa: não percam as paradas!!!
Eu e o meu marido parecíamos malucos a correr atrás do carro das personagens do Toy Story :D eram as personagens (e ainda são) favoritas do nosso filho. Foi um dos momentos mais emocionantes da visita! O nosso filho a ver o Woody! Ele ficou super feliz.




O comboio que dá a volta ao parque

Adventureland


Casa do Pinóquio 


A atração mais linda do parque



A parada de Natal


O barco - Frontierland

No dia seguinte iríamos embora. Decidimos aproveitar o último dia para conhecer La Défense. O bairro moderno de Paris e o maior centro financeiro da cidade também dispõe de um Mercado de Natal. Do Grande Arco é possível avistar o Arco do Triunfo, uma vista espetacular.
Depois seguimos ainda para Torre e voltámos ao Sagrado Coração para conhecer a famosa praça dos pintores. Recomendo.


La Défense


Escadas para chegar ao Grande Arco

Mercado de Natal


Dispensa apresentações

Sagrado Coração


Praça dos Pintores

Gostaram? Até a próxima!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bérgamo e Leolandia

Existem muitos parques na Europa para levarmos os nossos filhos e eu adoro descobri-los. Na região do Lago Garda, no norte da Itália, a oferta é vasta! Depois de analisarmos todos eles, escolhemos a Leolandia!

Essa viagem aconteceu no Verão do ano passado e acho que essas férias foram as melhores de sempre! Daria para escrever muitos posts para vocês, pois cada dia era um mundo novo. Vou tentar fazer isso aos poucos...

Por hora, falemos de Bérgamo e da Leolandia!

Fizemos o voo Lisboa - Bérgamo (ryanair), mas poderíamos ter escolhido Lisboa - Milão, o passeio também correria bem assim, entretanto já conhecíamos Milão e os lagos, por isso optámos por Bérgamo.

A Itália é sempre a Itália, por isso... há sempre uma cidade bonita para ver, boa pizza para comer e bons gelados para engordar.

Em Bérgamo, ficámos num hotel simples que tinha um restaurante maravilhoso. Que saudades daqueles dois jantares!

No primeiro dia andámos de autocarro...



Almoçámos na cidade baixa, seguimos para a fantástica cida…

Menorca

Férias em Família

Nos próximos dias o meu filho fará dois anos, para aproveitarmos os privilégios de viajar com uma criança com menos de dois anos, antecipámos as férias de verão.
Depois de longa indecisão, optámos por Menorca, a vizinha de Maiorca (que visitámos no ano passado). O pacote mais uma vez incluía voo, hotel e transporte até ao alojamento escolhido. Muitas pessoas na internet aconselhavam a fugir dos pacotes, mas considerámos que fazer um voo direto com uma criança é sempre melhor e apenas os pacotes proporcionam voos diretos até Menorca. Também confesso não ter visto qualquer vantagem financeira na compra fora dos pacotes.

O voo é operado pela Iberia - Air Nostrum e dura apenas uma hora e quarenta minutos. O avião era tão pequenino que até fazia impressão! O carrinho foi connosco até a entrada e foi devolvido assim que saímos do avião, nem se quer foi para a recolha de bagagens. Então viajar com pacotes não é bom?

Chegámos a Maó, mas ficaríamos hospedados na outra ponta da Il…

Sanxenxo

Sanxenxo, uma surpresa na Galiza 
Fomos de férias para o Minho - Portugal - e para a Galiza - Espanha. Como faríamos o percurso de carro, fui à Internet pesquisar pontos de interesse entre as cidades para não viajarmos de carro por mais duas horas, já que íamos com o nosso filho.
Já conhecíamos Pontevedra, tem um centro histórico engraçado e tal... mas não queríamos repetir lugares que já tínhamos ido, então fui ver o litoral e descobri Sanxenxo! Há pouca coisa na Internet sobre o local, mas as imagens que vi chamaram-me atenção. Então, decidimos que voltando de La Coruña, ficaríamos lá por uma noite. A viagem dura cerca de 1h e 20 minutos e assim não precisávamos seguir direto para Viana do Castelo (que seria a nossa próxima paragem), descansávamos e conhecíamos um lugar novo. Bem, assim fizemos e ainda bem que fizemos!

Chegamos a hora do almoço e ficamos surpreendidos com as praias. Eram mesmo bonitas! Era um dia de sol, o que tornava as águas brilhantes e dava muita vontade de dar um …