Avançar para o conteúdo principal

Lucerna, Berna, Basileia, lagos e montanhas

Suíça da caixa de chocolate


Sabem aquelas caixinhas de chocolate com a imagem da montanha coberta de neve e com um lago a funcionar como espelho?
Eu sempre pensei que aquilo era perfeito demais para ser verdade, mas... é ainda mais perfeito do que a imagem que embrulha o chocolate!
Pois é, amigos! Querem vir comigo neste passeio?
Para começar, vou dizer a vocês: a Suíça é cara! Porém, contudo e todavia vale a pena!


Nosso passeio começou numa cinzenta e encantadora cidade, Lucerna. Bela, fria e romântica nos arrebatou logo ao primeiro impacto. Segundo dizem, é uma das cidades mais bonitas da Suíça e pelo o que vi tenho mesmo de concordar!

Para lá chegar, saímos de Lisboa às dez da manhã num voo da EasyJet que nos levou ao aeroporto mais prático da Europa, pois através dele podemos facilmente visitar três países fronteiriços: França, Suíça e Alemanha.

Nós tínhamos apenas cinco dias e ficamos pela França e pela Suíça. Desculpa para voltar, claro! Com o nosso Filipe a amar parques temáticos, voltaremos com certeza para visitar o Europa Park na Alemanha, na Floresta Negra da Branca de Neve.

Apesar de estar em solo francês, a cidade mais próxima do EuroAirport é Basileia, na Suíça. Nós alugamos o carro nos balcões do aeroporto, comprámos o selo (serve para as portagens) e seguimos viagem para Lucerna, que fica a uma hora de lá.


Por vezes perguntam-me como fica o Filipe sossegado durante o voo ou durante as deslocações entre as cidades. Ele tem 4 anos e adora ver filmes e ouvir música, levo sempre esse aparelhinho portátil (presentinho dos avós) e mais toda a coleção de filmes da Disney e outros que ele adora. Ele também gosta de fazer puzzles no telemóvel ou brincar com os seus bonecos (Homem-aranha, Capitão Gancho... mães de meninos vão entender).
Assim... vai passando a viagem!

Chegando a Lucerna, foi fácil encontrar um estacionamento no centro da cidade e partir para conhecê-la a pé. Logo vimos a Kapellbrücke, a ponte de madeira mais famosa da cidade, a igreja dos jesuítas, a catedral... mais uma voltinha e outra e vimos também o Löwendenkmal (monumento do leão, que é lindo e muito maior do que aparenta nas fotos).
A cidade é linda mesmo e um dia é suficiente para conhecê-la, nós chegámos a tarde e fomos embora na manhã do dia seguinte.
Ficámos hospedados num hotel fantástico! Adorei e recomendo vivamente! Tínhamos uma vista esplendorosa porque o hotel é um castelo que fica no alto de um monte.
Advinha quem escolheu o hotel? O meu filho!

Lago Lucerna

Löwendenkmal

Catedral

A ponte de madeira e a igreja dos jesuítas

As lindas fontes

Pela ponte

Bela Lucerna e o meu filho sem querer tirar fotos

Curtindo o hotel escolhido por ele


Há um elevador para levar os hóspedes até a cidade

E uma bela floresta para explorar



Vista do hotel

Está mais do que aprovado, filho!
Seguimos viagem até Interlaken com algumas paragens programadas e outras não! Bem... o caminho até lá saindo de Lucerna é inacreditável de tão lindo, queria eu ter tido mais um dia para ficar na região. São aldeias pequeninas cercadas por lagos sempre e que nesta altura estavam cobertas de neve.

Ficamos encantados!

Um dia antes da viagem vi uma fotografia no instagram de uma aldeia chamada Lungern, fui ver onde ficava e para a minha surpresa estava no nosso caminho! 
Ok, será a nossa primeira parada! Depois seguiríamos até Interlaken, mas encontramos outra beleza no caminho e parámos, claro. Era Iseltwald, um mimo, parecia de mentira!
Depois dela, Interlaken (muito turística para o meu gosto) e finalmente o Lago Blausee, um dos meus sonhos.
Saindo de Blausee, fomos a Thun (perfeita) e finalmente a Berna, que só chegamos a noite para jantar e dormir.

Se puderem, fiquem uma noite nessas aldeias lindas! Em Iseltwald havia hotéis tão charmosos cercados de uma calmaria sublime...

Blausee é um lugar para colocar a câmera no tripé e tirar montes de fotos. Acho que é um dos lugares mais lindos que já vi, ficando em pé de igualdade com as paisagens naturais da Eslovénia.
O meu filho colocou o passeio no Lago Blausee em primeiro lugar nesta viagem, segundo ele devemos voltar mais vezes e fazer outro boneco de neve. Até ele esteve a fotografar o lago!

Pelo caminho

Lungern



Aldeia de Lungern ao fundo

Iseltwald


Imagens perfeitas


Poderia ficar lá uma semaninha...

Interlaken


Era Carnaval

Chegando a Blausee, que tem entrada gratuita no Inverno

O Filipe a fazer fotos do telemóvel


O boneco de neve Pipocas


O Parque natural do Lago Blausee

Ponte de madeira semelhante a de Lucerna em Thun

Castelo de Thun

A beleza da cidade




Castelo de Oberhofen, fica a dez minutos de Thun. Só encontramos com o GPS
Apesar de termos visitado muitos lugares num único dia, não ficámos nem um pouco cansados! Devo dizer que as cidades estão todas muito próximas e que são pequeninas, por isso vê-se tudo muito bem e sem pressa.

Seguimos viagem para Berna, o nosso hotel não tinha graça nenhuma. Ficava próximo da autoestrada e afastado do centro da cidade, por isso jantámos por lá mesmo para acordar bem cedo no dia seguinte.

Com a cidade vazia na manhã de Domingo, parecia até que as ruas estavam livres para nós, lá fomos dar o nosso passeio.

Fiquei um pouco decepcionada com a cidade! Berna é a capital da Suíça e tem o urso como o seu símbolo. O meu filho estava ansioso para ver os tais ursos no jardim mais famoso da capital, mas... eles estavam provavelmente a dormir!

O centro da cidade é cinzento e pouco vivo, a catedral é bonita e as fontes roubam a cena. Na verdade, a beleza de Berna só é revelada quando é vista do alto.

Tirem as suas conclusões



Estes foram os únicos ursos que conseguimos ver

O relógio

A catedral

Pelo centro da cidade


Parlamento

A bandeira com o símbolo de Berna foi a lembrança escolhida pelo Filipe para levar para casa

Saímos de Berna com destino a Basileia, cidade que o meu marido não queria visitar, pois segundo ele não valia a pena. Eu tinha pesquisado e lido sobre a cidade, então bati o pé que passaríamos por lá. E assim foi!

Basileia tem muito mais graça do que Berna! A cidade tem cor, vida, movimento! Eu não sou nenhuma tartaruga para gostar de coisas paradas.

Os Paços do concelho de Basileia (Rathaus) tomou toda a nossa atenção, mal lá chegamos. A cor transmite vivacidade e todos os detalhes da fachada chamam atenção até dos mais pequenos.

As ruas são mais "quentes", os elétricos são vibrantes, as pontes são largas, bonitas... eu adorei a cidade!

Rathaus


Interior do edifício


O elétrico de Basileia



Cadeados na ponte

A minha cara a dizer que eu tinha razão sobre Basileia
O passeio foi assim... porque sem querer cair no mesmo, mas, porém, contudo e todavia já caindo, tudo o que é bom dura tão pouco! 
Seguimos para Alsácia, que é assunto para outro post :)

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bérgamo e Leolandia

Existem muitos parques na Europa para levarmos os nossos filhos e eu adoro descobri-los. Na região do Lago Garda, no norte da Itália, a oferta é vasta! Depois de analisarmos todos eles, escolhemos a Leolandia!

Essa viagem aconteceu no Verão do ano passado e acho que essas férias foram as melhores de sempre! Daria para escrever muitos posts para vocês, pois cada dia era um mundo novo. Vou tentar fazer isso aos poucos...

Por hora, falemos de Bérgamo e da Leolandia!

Fizemos o voo Lisboa - Bérgamo (ryanair), mas poderíamos ter escolhido Lisboa - Milão, o passeio também correria bem assim, entretanto já conhecíamos Milão e os lagos, por isso optámos por Bérgamo.

A Itália é sempre a Itália, por isso... há sempre uma cidade bonita para ver, boa pizza para comer e bons gelados para engordar.

Em Bérgamo, ficámos num hotel simples que tinha um restaurante maravilhoso. Que saudades daqueles dois jantares!

No primeiro dia andámos de autocarro...



Almoçámos na cidade baixa, seguimos para a fantástica cida…

Menorca

Férias em Família

Nos próximos dias o meu filho fará dois anos, para aproveitarmos os privilégios de viajar com uma criança com menos de dois anos, antecipámos as férias de verão.
Depois de longa indecisão, optámos por Menorca, a vizinha de Maiorca (que visitámos no ano passado). O pacote mais uma vez incluía voo, hotel e transporte até ao alojamento escolhido. Muitas pessoas na internet aconselhavam a fugir dos pacotes, mas considerámos que fazer um voo direto com uma criança é sempre melhor e apenas os pacotes proporcionam voos diretos até Menorca. Também confesso não ter visto qualquer vantagem financeira na compra fora dos pacotes.

O voo é operado pela Iberia - Air Nostrum e dura apenas uma hora e quarenta minutos. O avião era tão pequenino que até fazia impressão! O carrinho foi connosco até a entrada e foi devolvido assim que saímos do avião, nem se quer foi para a recolha de bagagens. Então viajar com pacotes não é bom?

Chegámos a Maó, mas ficaríamos hospedados na outra ponta da Il…

Vila Nova de Milfontes

Vila Nova de Milfontes
Este paraíso alentejano localiza-se na confluência do Rio Mira com o Oceano Atlântico, trazendo, assim, uma paisagem única aos seus visitantes.
Costumamos visitar Vila Nova todos os anos e é impossível não achar tudo tão bonito outra vez. A Praia das Furnas já faz parte das maravilhas de Portugal e com certeza faz honrar este título com a sua beleza.


Mas, não só da Praia das Furnas é feita Vila Nova. A pequena cidade é viva e movimentada nos meses de Verão, as suas lojinhas com artigos de praia chamam sempre atenção. A gelateria Mabi é um ponto de encontro, lá podemos provar vários gelados ou comer um delicioso croissant. É bom, contudo, evitarmos o mês de Agosto, pois Vila Nova fica abarrotada de turistas e perde um pouco o seu encanto natural.

Certa vez, ouvimos de dizer que havia uma cachoeira ou queda d'água em Vila Nova. Procuramos, mas não encontramos nada. Passado um ano, decidimos aventurarmos de novo. Perguntamos ali e acolá, até que fomos bater à porta …