Avançar para o conteúdo principal

Praga


Praga no Inverno


Visitamos a linda capital da República Checa, depois do Natal em 2010. Chegamos por volta das 16h e já estava a ficar noite, lá, no Inverno, os dias são mais curtos. 
Até hoje a imagem da praça da cidade velha iluminada não saiu da nossa memória. Havia neve, barracas do Mercado de Natal e uma árvore enorme muito linda. 
Infelizmente perdemos a maioria das fotos desta viagem, pois estavam num portátil que nos foi roubado em Sevilha. A fotos que sobraram estavam num cartão de memória da nossa moldura digital em casa. As imagens mais lindas de paisagem ficaram perdidas para a nossa tristeza.

Apesar de toda a beleza de uma cidade coberta de neve, pode ser perigoso caminhar pelas calçadas! Andamos com as malas a procura do hotel (que ficava muito escondido, sem nenhum letreiro ou fachada iluminada) e escorregamos várias vezes, eu cheguei mesmo a cair no chão e magoei o tornozelo. O ideal é levarmos botas apropriadas. Acredito que as galochas sejam ótimas para esse efeito, mas não encontrei nenhuma em Lisboa com o meu número antes de irmos. Hoje em dia, canso-me de ver galochas em todo o lado!
As botas normais não servem para irmos para um lugar tão frio. Apanhamos temperaturas negativas, até 9 graus abaixo de zero. Com polares por baixo da roupa, cachecol de lã, luvas, gorro e um bom casaco, aguenta-se muito bem, mas as botas tem de ser daquelas estilo UGG, ou galochas. Eu tive de comprar umas assim no segundo dia, pois tinha os pés húmidos e a congelar!

É frio, mas vale a pena! A paisagem coberta de neve é magnífica! 


Nem todas as pessoas falam inglês por lá, o que as vezes pode nos dificultar a vida, mas nada alarmante. 
Praga é relativamente pequena e dá para conhecê-la a pé se ficarem instalados no centro da cidade velha, como nós fizemos. Fomos para a cidade nova a pé também e não custou muito. Só usamos o elétrico para irmos ao Castelo de Praga. Aí tivemos um pouco de dificuldade, já que não sabíamos ao certo onde ficava a paragem e perguntávamos em inglês e as pessoas não eram muito simpáticas :P por fim, descobrimos sozinhos! 
O elétrico era um pouco antigo e não indicava onde estava a parar :D então ficamos perdidos a olhar para o mapa, a fim de descobrirmos a tempo onde deveríamos sair :D até que uma jovem simpática percebeu a nossa situação e nos disse em INGLÊS (finalmente alguém falava inglês, fora do posto de turismo) que deveríamos sair exatamente ali. Vimos logo montes de pessoas a saírem na mesma paragem! Logo, não é nenhum bicho de sete cabeças, é só seguir as pessoas!!!


O Castelo é um passeio que não podemos perder. É maravilhoso lá dentro! Assistimos até a troca dos guardas. Deixo algumas fotos de lá:




Confesso que nesta manhã cheguei a sentir-me mal com o frio, mas a culpa foi minha porque não vesti uma camisola polar por baixo.

A Ponte Carlos é sem dúvida a ponte mais cheia de pessoas que já vi em minha vida!!! Os turistas não param de fotografá-la, em alguns pontos só vemos flashes. É claro que a beleza proporcionada justifica.




Também visitamos sinagogas, o bairro e o cemitério judeu. Lembrei-me de muitos filmes da segunda guerra, o ambiente nos parece familiar no gueto. Veio muito na minha memória cenas do filme "O pianista". É um lugar que nos deixa um tanto tristes... visitamos uma sinagoga, lá havia uma sala em que as paredes eram todas escritas com nomes de judeus exterminados durante a guerra.




Gostei tanto de Praga que poderia ficar aqui a escrever páginas e páginas sobre a nossa visita, mas deixo-vos agora com mais umas fotos e termino este post a dizer: Praga é uma das cidades mais lindas do mundo!

O Relógio de Praga

Ilha de Kampa

Muro em Homenagem ao John Lennon 

Ilha de Kampa

Museu de Kafka 

Igreja de Tyn

Perceberam?

Rio Vltava

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Bérgamo e Leolandia

Existem muitos parques na Europa para levarmos os nossos filhos e eu adoro descobri-los. Na região do Lago Garda, no norte da Itália, a oferta é vasta! Depois de analisarmos todos eles, escolhemos a Leolandia!

Essa viagem aconteceu no Verão do ano passado e acho que essas férias foram as melhores de sempre! Daria para escrever muitos posts para vocês, pois cada dia era um mundo novo. Vou tentar fazer isso aos poucos...

Por hora, falemos de Bérgamo e da Leolandia!

Fizemos o voo Lisboa - Bérgamo (ryanair), mas poderíamos ter escolhido Lisboa - Milão, o passeio também correria bem assim, entretanto já conhecíamos Milão e os lagos, por isso optámos por Bérgamo.

A Itália é sempre a Itália, por isso... há sempre uma cidade bonita para ver, boa pizza para comer e bons gelados para engordar.

Em Bérgamo, ficámos num hotel simples que tinha um restaurante maravilhoso. Que saudades daqueles dois jantares!

No primeiro dia andámos de autocarro...



Almoçámos na cidade baixa, seguimos para a fantástica cida…

Menorca

Férias em Família

Nos próximos dias o meu filho fará dois anos, para aproveitarmos os privilégios de viajar com uma criança com menos de dois anos, antecipámos as férias de verão.
Depois de longa indecisão, optámos por Menorca, a vizinha de Maiorca (que visitámos no ano passado). O pacote mais uma vez incluía voo, hotel e transporte até ao alojamento escolhido. Muitas pessoas na internet aconselhavam a fugir dos pacotes, mas considerámos que fazer um voo direto com uma criança é sempre melhor e apenas os pacotes proporcionam voos diretos até Menorca. Também confesso não ter visto qualquer vantagem financeira na compra fora dos pacotes.

O voo é operado pela Iberia - Air Nostrum e dura apenas uma hora e quarenta minutos. O avião era tão pequenino que até fazia impressão! O carrinho foi connosco até a entrada e foi devolvido assim que saímos do avião, nem se quer foi para a recolha de bagagens. Então viajar com pacotes não é bom?

Chegámos a Maó, mas ficaríamos hospedados na outra ponta da Il…

Vila Nova de Milfontes

Vila Nova de Milfontes
Este paraíso alentejano localiza-se na confluência do Rio Mira com o Oceano Atlântico, trazendo, assim, uma paisagem única aos seus visitantes.
Costumamos visitar Vila Nova todos os anos e é impossível não achar tudo tão bonito outra vez. A Praia das Furnas já faz parte das maravilhas de Portugal e com certeza faz honrar este título com a sua beleza.


Mas, não só da Praia das Furnas é feita Vila Nova. A pequena cidade é viva e movimentada nos meses de Verão, as suas lojinhas com artigos de praia chamam sempre atenção. A gelateria Mabi é um ponto de encontro, lá podemos provar vários gelados ou comer um delicioso croissant. É bom, contudo, evitarmos o mês de Agosto, pois Vila Nova fica abarrotada de turistas e perde um pouco o seu encanto natural.

Certa vez, ouvimos de dizer que havia uma cachoeira ou queda d'água em Vila Nova. Procuramos, mas não encontramos nada. Passado um ano, decidimos aventurarmos de novo. Perguntamos ali e acolá, até que fomos bater à porta …